em , ,

Papel Craft apaga críticas sobre funcionário racista das redes sociais

Após a repercussão negativa do caso de racismo cometido pelo casal racista Mariana Spinelli e Tomas Oliveira nesta última semana, que levou indignação geral por todo Brasil, a empresa Papel Craft tem sofrido retaliações na internet pela postura como vem lidando com o caso.

Nas redes sociais a Papel Craft têm excluído comentários e avaliações negativas de suas páginas após milhares de pessoas se indignarem com o acobertamento feito pela empresa para Tomas Oliveira, que até então trabalhava como designer no escritório da empresa em Botafogo.

Tampouco a Papel Craft emitiu um comunicado oficial condenando o racismo empreendido por Tomas Oliveira, além de recusar responder a imprensa conforme noticiado hoje no UOL: “O UOL procurou a marca novamente que, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que não se manifestaria sobre o ocorrido. Nas redes sociais, as pessoas estão cobrando por respostas e um posicionamento oficial da Papel Craft”.

O mínimo seria esperar uma atitude responsável da empresa Papel Craft, que possuí doze lojas espalhadas pelo Brasil. Uma falta de resposta ou posicionamento oficial pode indicar que no fundo a empresa compactua com as práticas de discriminação racial praticadas pelo seu funcionário…

Que feio hein!! Vamos cobrar um posicionamento da Papel Craft!

Curtiu ou reprovou? Vote neste conteúdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings