em , ,

CurtiCurti KakakaKakaka TopTop Eita!Eita! BrabuBrabu

População protesta na Guatemala com incêndios e guilhotina no Congresso, que suspende medidas e se retrata com povo

Após protestos, Parlamento cancela orçamento 2021 para “manter a governabilidade e a paz social”

Parece até mentira, ou sonho de iluministas, mas na Guatemala protestos recentes neste último final de semana levaram o presidente e parlamento a rapidamente corrigirem medidas que iam claramente contra o interesse da população.

Nos protestos de domingo, a população incendiou a sede do Parlamento após forte repressão policial no sábado. Exigindo a renúncia do presidente, o povo chegou a levar uma guilhotina para a frente do Congresso, que já havia sido abandonado pelos políticos e funcionários públicos.

O que realmente incomodou a população foi um aumento de quase 25% sobre as contas, com uma ampliação da dívida do país sem que os políticos definissem claramente o destino de muitos de seus gastos. Muito parecido com o que ocorre no Brasil, daí Brasília ter sido contruída muito longe de tudo.

Segundo informações do El País, a Junta Diretora do Organismo Legislativo e os chefes de bloco dos partidos da base do Governo de Alejandro Giammattei se reuniram na noite de domingo em uma sala do ministério da Defesa para encontrar uma solução ao conflito e suspenderam o trâmite do Orçamento Geral para 2021, conforme comunicado realizado após o encontro:

“Com a finalidade de manter a governabilidade do país e a paz social, concordamos em suspender o trâmite do orçamento de ganhos e gastos do Estado e do Organismo Legislativo [para] 2021”, disse mensagem parlamentar emitida pelo canal do Congresso.

A advogada Hellen Mack, presidenta da Fundação Mirna Mack, afirma que o recuo do Parlamento significa o reconhecimento das múltiplas anomalias cometidas em sua aprovação e acrescenta que a Junta Diretora por si só não pode suspender o trâmite de uma lei, e sim fazê-lo com a participação de todos os deputados. Em relação ao crescente sentimento de que é preciso limpar o Legislativo, a advogada acha que é algo necessário. “O Congresso sempre foi um covil de ladrões, algo de que a população já se cansou”, e diz que essa limpeza “deve abarcar os outros poderes do Estado”.

Fiel ao seu estilo de oposicionista feroz, o presidente do jornal digital El Periódico, José Rubén Zamora, resume, em um editorial publicado na segunda-feira, o cansaço da população com o Governo de Giammattei. “Os grandes aumentos [previstos para os gastos do Estado] têm como destino a contratação de obras públicas com superfaturamentos estratosféricos, para enriquecer ministros, deputados, prefeitos e empreiteiros corruptos. A voracidade insaciável na confecção do orçamento para 2021 não tem precedentes”.

Fonte: El País 23/11/2020

Deixe uma resposta

Avatar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Curtiu ou reprovou? Vote neste conteúdo!

“Alguns acreditam que o homem veio do barro, mas todos concordamos que o Bolsonaro veio da bosta mesmo”, disse um dos líderes do G20

“Alguns acreditam que o homem veio do barro, mas todos concordamos que o Bolsonaro veio da m**** mesmo”, disse um dos líderes do G20

Queiroz chegava a levar cadeira de escritório para a frente do caixa eletrônico quando ia efetuar depósitos para a família Bolsonaro

Queiroz chegava a levar cadeira de escritório para a frente do caixa eletrônico quando ia efetuar depósitos para a família Bolsonaro