em

Sobre o ataque de Bolsonaro a jornalista da Folha, Weintraub sai em defesa do chefe: “O cérebro do presidente é super, superficial!”

Este texto é de conteúdo satírico, ou seja, sem compromisso com a verdade.

Weintraub sai em defesa do seu chefe: “Temos o presidente mais inteligente de todos os tempos! O cérebro dele é super, é superficial!”

Jair Bolsonaro, na terça-feira (18/02/2020), surpreendeu um total de Ø pessoas ao ofender a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de São Paulo.

A profissional foi responsável por uma matéria que denunciava o fato de empresas terem bancado uma campanha pelo WhatsApp para difamar o PT nas últimas eleições presidenciais.

Questionado sobre diversas questões, entre elas os andamentos da CPMI das fake news, onde o nome da jornalista foi citado, Bolsonaro respondeu com toda a sua finesse e elegância:

“Ela queria um furo, ela queria dar um furo a qualquer preço contra mim”.

Órgãos da imprensa, deputados e senadores, claro, repudiaram a fala.

Mas uma voz ecoou em defesa de Jair Bolsonaro.

O ministro da Educação Abraham Weintraub, conhecido pelos seus amigos imaginários como Abe, resolveu se manifestar a favor do chefinho querido.

“O nosso meu, o seu, o nosso querido presidente é um homem inteligente e moderado. A mídia comunista é que distorce as suas falas. Eu não me espantaria se o Roger Waters estivesse por trás da edição de som dos seus pronunciamentos”, disse.

O gado que estava no “cercadinho”, como pode ser conferido no vídeo, se deleitou com a “anedota” de Bolsonaro. Incluindo mulheres.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Avatar

Publicado por Francisco da Chaga Mendes

Um intelectual de várzea.

Carluxo comenta o seu namoro com a nutricionista Paula Bramont: “Estamos muito animados, mas sinto que falta algo nessa relação”

Carluxo sobre o seu namoro com a nutricionista Paula Bramont: “Estamos muito animados, mas sinto que falta algo em uma das partes”

#Humor José Serra comenta o atentado contra Cid Gomes: “Armas de fogo são quase tão letais quanto bolinhas de papel!”

José Serra comenta atentado contra Cid Gomes: “Armas de fogo são quase tão letais quanto bolinhas de papel!”