em

Relatório aponta mais de 2 milhões de anúncios da Secom em sites pornográficos: “Mas foi só a cabecinha”, explica Wajngarten

Este texto é de conteúdo satírico, ou seja, sem compromisso com a verdade.

Relatório aponta mais de 2 milhões de anúncios da Secom em sites de conteúdo pornográfico: “Foi só a cabecinha”, disse Wajngarten

Um relatório, produzido a pedido da CPMI das fake news, identificou mais de 2 milhões de anúncios da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) em sites considerados “inadequados”.

Entre os sites que receberam anúncios pagos com dinheiro público estão: propagadores de fake news, pornográficos e páginas que oferecem investimentos ilegais.

“Mas foi só a cabecinha. Tudo não passa de um exagero dessa mídia comunista! Vivemos numa democracia e temos o direito de nos comunicarmos com todas as camadas da sociedade”, explica Fábio Wajngarten, atual chefe da Secom.

Wajngarten integrou a comitiva de Bolsonaro que foi aos Estados Unidos em março desse ano.

Enquanto outros membros da comitiva encheram suas bagagens com iPhones e demais eletrônicos, o chefe da Secom trouxe o coronavírus para o Brasil.

“Vocês queriam o quê? Que eu contraísse o vírus na China? A nossa Covid jamais será vermelha!”

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Avatar

Publicado por Francisco da Chaga Mendes

Cabeça, tronco, membros e álcool em gel.

Cavalo que transportou Jair Bolsonaro em ato antidemocrático passará a receber por insalubridade

Cavalo que transportou Bolsonaro em ato antidemocrático passará a receber por insalubridade

“Fui empurrado pelo fantasma do comunismo!”, diz Jair Bolsonaro após ter caído durante inauguração de hospital de campanha em Goiás

“Fui empurrado pelo fantasma do comunismo!”, diz Jair Bolsonaro sobre queda durante inauguração de hospital de campanha em Goiás