em

PF intima Carluxo a depor sobre o tratamento dado ao seu primo Léo Índio

Este texto é de conteúdo satírico, ou seja, sem compromisso com a verdade.

PF intima Carluxo a depor sobre o tratamento dado ao seu primo Léo Índio

Diante do recorde de 15 mil focos de incêndio no Pantanal, Jair Bolsonaro se limitou a dizer que “o índio taca fogo”. Tendo em vista mais essa infeliz declaração denegrindo os povos indígenas, a PF resolveu agir e mirar no “vereador federal” Carluxo.

“Temos que saber qual é o tratamento dispensado por Carlos Bolsonaro ao seu primo Léo Índio, haja vista a nítida aversão que o patriarca da família tem pelos povos indígenas”, disse o delegado responsável pela intimação.

O primo de Carluxo, companheiro de tantas viagens, dividia com ele há anos uma casa no condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro. Bolsonaro, usou de sua influência para arrumar um cargo de assessor parlamentar para o sobrinho, bem longe da capital fluminense.

Chico Rodrigues, senador pelo estado de Roraima, foi quem fez o favor para Bolsonaro.

“Roraima, claro. Lá que é lugar de índio, tá ok?”, disse o chefe do clã.

Os primos ainda brigam na justiça pela guarda da cadelinha Pituka Bolsonaro.

Opiniões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando

0
Avatar

Publicado por Francisco da Chaga Mendes

Cabeça, tronco, membros e álcool em gel.

Comparar Bolsonaro a burros, jumentos, antas e asnos será considerado crime de maus-tratos aos animais

Comparar Bolsonaro a burros, jumentos, antas e asnos passa a ser considerado crime de maus-tratos aos animais

Record entra em guerra com a Globo!