em

“Paulo Freire é um energúmeno. E olha que de energúmeno eu en-ten-do! Tá ok?”, disse Bolsonaro

Este texto é de conteúdo satírico, ou seja, sem compromisso com a verdade.

Jair Bolsonaro chama Paulo Freire de energúmeno.

Jair Bolsonaro chamou o educador Paulo Freire de energúmeno.

Lembrando que Jair é pai de Eduardo Bolsonaro, aquele que escreve “fundo do posso” ao invés de “fundo do poço”, e do Carluxo, que confunde “felpudo” com “polpudo”.

“Eu convivo diariamente com a Damares, com o Sales, com o Weintraub… Pelo amor de Deus! Vocês acham que eu não reconheço um energúmeno quando vejo um?”

Paulo Freire, o energúmeno em questão, é autor do livro “Pedagogia do Oprimido”. A obra é a única brasileira a entrar na lista dos 100 títulos mais pedidos pelas universidades de língua inglesa.

É claro que nem é preciso dizer que todas essas universidades que estão aí – como diria Bolsonaro com a riqueza lexical que lhe é peculiar – são todas marxistas-esquerdistas-comunistas.

Além disso, desde 2012, Paulo Freire é o patrono da educação brasileira.

A fala de Bolsonaro demorou poucos minutos, tempo mais que o suficiente para fazer 38 gestos de “arminha com as mãos”.

Opiniões

Deixe sua opinião!

Deixe uma resposta

Carregando

0
Avatar

Publicado por Francisco da Chaga Mendes

Cabeça, tronco, membros e álcool em gel.

Sérgio Camargo Fundação Palmares

“Vou tomar banho de Liquid Paper para ser nomeado”, diz Sérgio Camargo que foi impedido de assumir a presidência da Fundação Palmares

Marcelo Crivella suspende pagamentos da prefeitura do Rio de Janeiro.

“O 13 é um número de Satanás e não vou mover uma palha da manjedoura do menino Jesus para pagar o 13º dos servidores”, diz Marcelo Crivella