em ,

Com as lojas Mundo Verde, Carlos Wizard está propagando fake news no Brasil

Até pouco tempo nunca tinha escutado sobre Carlos Wizard, mega-empresário dono da rede de lojas para produtos naturais Mundo Verde, que ganhou notoriedade em tempos recentes após ingressar ativamente no governo Bolsonaro – e dá pior forma possível.

Carlos Wizard se apresenta como mais bilionário preocupado com o Brasil e, assim como boa parte das figuras públicas que hoje governam o país, suas ideias não sobreviveram à prova por muito tempo quando organizações de saúde e da imprensa começaram a questionar sua intervenção e autoridade no Ministério da Saúde. Com pouco tempo à frente dos holofotes, Wizard já abusou de suas ideias retrógradas e da propagação de fake news, como quando recentemente ousou declarar publicamente sem nenhuma prova que os dados sobre o coronavírus no Brasil seriam fantasiosos e inventados.

Pois é…

Aparente para Carlos Wizard, assim como para tantos outros empresários no Brasil, ter obtido sucesso financeiro em vida lhes confere alguma autoridade moral, quando em bem verdade historicamente as pessoas que se tornaram bem sucedidas possuem pouca ou nenhuma ética moral – daí essa coleção de ’empreendedores políticos’ subvertendo a demagogia com sua visão de valores éticos, cristão e familiares.

Como não poderia deixar de ser, após as declarações de Carlos Wizard ‘cairem mau’ para a empresa, a Mundo Verde tratou logo de dizer que o empresário dono da rede não tem nada a ver com a empresa, que segundo nota oficial ‘leva bem estar-estar aos seus consumidores por 33 anos’.

Tipo discurso publicitário que não se sustenta na prática, visto que Carlos Wizard cansou de dizer para a imprensa que estava trabalhando gratuitamente como consultor no Ministério da Saúde, mesmo sem ter qualquer expertise na área médica a não ser vender gnomos, ervas naturais e velas aromatizadas com a Mundo Verde.

Independente da rede Mundo Verde contar com uma equipe de publicitários e assessores de imprensa prontas para defender qualquer causa, de acordo com a ordem do dia, a dica de hoje é evitar as lojas da Mundo Verde para não alimentar os bolsos de quem espalha fake news e tem pouco, ou nenhum, apreço pela vida humana.

Este é um artigo opinativo, para saber mais sobre Carlos Wizard e a postura da Mundo Verde em decorrência dos recentes escândalos visite este link da Revista Época.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Mos Camino

Publicado por Mos Camino

“Fui empurrado pelo fantasma do comunismo!”, diz Jair Bolsonaro após ter caído durante inauguração de hospital de campanha em Goiás

“Fui empurrado pelo fantasma do comunismo!”, diz Jair Bolsonaro sobre queda durante inauguração de hospital de campanha em Goiás

“Bolsonaro comete crime contra a humanidade pelo simples fato de existir”, conclui o Tribunal Internacional de Haia.

“Bolsonaro comete crime contra a humanidade pelo simples fato de existir”, conclui o Tribunal Internacional de Haia